Estão usando nosso nome, número e e-mail para enganar pessoas de bem. Leia aqui o nosso aviso.

Aulas 100% on-line

Seg-Sex: 7h-21h    Sáb: 8h-13h

+55 48 99154 4263

Você tem medo das preposições italianas?

Por que preposições italianas nos causam tanta aflição? Como usá-las?

As preposições italianas são consideradas, pelos estudantes brasileiros, um dos conteúdos mais espinhosos durante o percurso de aprendizagem da língua. E não é de estranhar, pois possuem um uso, por vezes, diferente do nosso, o que nos induz a fazer comparações com a nossa língua materna e cair em alguns erros. Gosto sempre de dizer aos alunos que o segredo é ter paciência e que não vamos sair especialistas em preposições italianas já na primeira aula. Bem que eu gostaria que fosse assim… 

Vamos, então, entender um pouquinho sobre as preposições italianas e alguns de seus principais usos. 

A preposição é uma classe de palavras invariável que serve para conectar os elementos de uma frase. As preposições italianas podem ser simples ou próprias (semplici o proprie): a, di, da, in, con, per, su, tra e fra; impróprias (improprie), pois podem ser utilizadas como nomes, adjetivos, advérbios ou formas verbais: mediante, tranne, attraverso, entre outras. Além dessas, temos, ainda, as locuções prepositivas (locuzioni prepositive), normalmente compostas por grupos de palavras com valor de preposição, por exemplo: attorno a, a proposito di, in ordine a, entre outras.

Concluindo a definição das preposições italianas, é necessário reforçar as preposições articuladas (preposizioni articolate), formadas através da união das preposições simples com os artigos definidos (articoli determinativi). Das nove preposições simples citadas acima, apenas cinco podem se unir aos artigos: a, di, da, in, su. As demais: con, per, tra e fra não se unem ao artigo, apesar de ser bem normal, no italiano falado, ouvir a preposição con articulada, por exemplo: col (união de con + il). Gosto sempre de dizer que, para usar bem as preposições articuladas, é necessário saber usar bem as preposições simples e os artigos definidos. Não há outra forma! Por isso é tão importante revisar SEMPRE esses conteúdos.

Sobre algumas das maiores dificuldades que os brasileiros sentem ao usar as preposições simples italianas está o fato de tentarmos traçar sempre um paralelo entre a nossa língua materna e a língua italiana. Vamos a alguns exemplos:

Preposição A: antes dos nomes de cidades, em português, usamos a preposição em, mas, em italiano, usa-se a preposição a: Ele mora em Fortaleza (Lui abita a Fortaleza);

Preposição DA: em italiano, normalmente, usa-se com verbos no infinitivo seguidos de pronomes indefinidos, como: Oggi non ho niente da fare ou seguidos de substantivos, como: alcuni libri da portare in vacanza. Em português, usaríamos a preposição para: Hoje não tenho nada para fazer; alguns livros para levar nas férias. Na forma passiva, a preposição DA é equivalente à preposição POR/PELA: Questa torta è stata fatta da mia nonna (esta torta foi feita pela minha avó) / Il concerto è stato diretto da Ennio Morricone (o concerto foi dirigido por Ennio Morricone).

Preposição IN: quando seguidos de nomes de meios de transportes, em italiano, usa-se a preposição in, enquanto que em português usamos a preposição de: vado in macchina (vou de carro).

Preposição SU: uma observação a fazer neste caso é que nós, enquanto falantes de português, temos a tendência a usar a preposição em e, por isso, transferimos o uso para o italiano, com a preposição in. Aqui, é importante lembrar que um sinônimo para a proposição su é sopra, com valor de superfície e a preposição in, para coisas localizadas no interior. Em português, quando dizemos que o celular está no sofá, compreendemos que ele está sobre o sofá e quando dizemos que o celular está na mochila, assumimos que ele está no interior da mochila. Pois é… Mas essa é uma característica da nossa língua. Em italiano, para o primeiro exemplo, usamos a preposição su (il cellulare è sul divano) e, para o segundo exemplo, usamos a preposição in (il cellulare è nello zaino).

Lembrando que os exemplos elencados acima são apenas alguns dos vários usos das preposições italianas, mas o objetivo aqui foi citar algumas das maiores dificuldades enfrentadas pelos brasileiros. E não, não precisa se desesperar! É um argumento realmente complexo e que exige dedicação. Mas nós temos a solução para você. Aqui, na Italiano Descomplicado, as aulas são 100% on-line para onde você estiver e voltadas para as suas necessidades. Com muito trabalho e paciência, vamos enfrentar, juntos, esse “bicho papão” da língua italiana! Entre em contato e venha conhecer nosso serviço!

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no print
Imprimir

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Leia mais

Atenção!

Carissimi,

Infelizmente a Italiano Descomplicado caiu nas mãos de agiotas! Nós não trabalhamos, de forma alguma, com empréstimos e investimentos! Estão usando nosso nome, número e e-mail para enganar pessoas de bem.

A Italiano Descomplicado trabalha somente com aulas de italiano, mentoria e consultoria para professores, tradução, versão e revisão de textos e consultoria para viagem à Itália.

Nenhuma atividade do ramo financeiro faz parte da nossa escola, portanto ignorem e denunciem essas pessoas!

Não temos relação nenhuma com o banco Juno e nem com nenhuma Jurema, não conhecemos essas pessoas.

Pedimos que evitem clicar em links enviados por qualquer um que se apresente como da Italiano Descomplicado e esteja oferecendo serviços de empréstimos.

Agradecemos a atenção de todos!

Utilizamos cookies para melhorar sua experiência em nosso site. Veja nossa política de privacidade e termos de uso.