Amanhã, dia 2 de junho, celebra-se a festa da República italiana. Mas você sabia que nem sempre a comemoração foi neste dia? Como a Itália escolheu pela forma de governo? Quando a escolha aconteceu?

História em breve:

Em 1946, após a segunda Guerra Mundial, a Itália promoveu pela primeira vez na sua história uma eleição na qual as mulheres também tinham direito ao voto. Essa eleição ocorreu entre os dias 2 e 3 de junho.

Foi então que os italianos precisavam escolher entre monarquia ou república. A escolha pela república venceu com a diferença de dois milhões de votos.

Assim, a Itália deixava de estar sob o domínio da família Savoia e do rei Umberto II, o qual se exilou em Portugal assim que soube do resultado das eleições.

Mas foi somente a partir de 2001 que o 2 de junho passou a ser um feriado nacional, antes a festa da República comemorava-se no primeiro domingo de junho.

Comemorações:

Desde o dia 18 de maio a Itália vem nos encantando com as imagens da Frecce Tricolori sobrevoando diversas cidades italianas e colorindo o céu com o tricolor da bandeira, um gestão que tem sido chamado pelos jornais italianos de “abraço simbólico”.

Foto da “Esquadrilha da fumaça” italiana, le Frecce Tricolori, em vôo formando a bandeira italiana com fumaça colorida.

Em geral, o Quirinale, sede do governo italiano em Roma, abre suas portas nesse dia, mas este ano a visita será virtual em virtude da pandemia. No site Sky Arte será possível visitar virtualmente o Quirinale amanhã durante todo o dia.

Já no site oficial da Festa della Repubblica italiana é possível acompanhar a programação completa, além de notícias e curiosidades sobre os símbolos deste dia tão relevante na história dos italianos.

Para finalizar as festividades, a Frecce Tricolori sobrevoará Roma no dia de amanhã. Um abraço que se completa em uma memória tão viva e presente na cultura italiana.